quinta-feira, 8 de março de 2018

Kafkaneando..



Sou daquelas que quando vejo uma barata em casa, pego o chinelo, atiro e saio correndo (vai que ela revida?), rezando pra ter acertado a asquerosa ou, quando a família está por perto, saio correndo, gritando por socorro ou, quando o terror não toma conta, pego um inseticida para dar fim na nojenta.

Mas hoje no quintal me deparei com uma cena inesperada, duas cascudas copulando, daria tempo de pegar o inseticida e acabar com a festa.

SQN!!

As duas estavam engatadas de costas e ao imaginar cada uma tentando correr, arrastando a outra, me deu um ataque de riso que começou frouxo e evoluiu para uma gargalhada interminável.
Quando consegui me recompor, saí de mansinho para não atrapalhar o coito, agradecida por rir um riso que há muito não ria, daqueles de verter lágrimas e doer a barriga e perdi a chance de exterminar uma geração de seres repugnantes. O mundo que conviva com isso.



sábado, 24 de fevereiro de 2018

I&I - Tema Verdade


1

Parecia adormecido o seu menino ali deitado. A escorrer pelos pulsos, o sangue, da cor do batom em seus lábios.
A verdade, trancada a sete chaves, é que ele próprio não teve forças para abrir o armário e socorrê-lo.


2

Sangue, da cor do batom
Escorre de dentro do armário
Onde a verdade se esconde




sábado, 21 de outubro de 2017

São Longuinho não costuma falhar


Daí que, hoje ao acordar pra por o lixo lá fora, me dei conta de que as chaves não estavam no lugar costumeiro. Meio sonada (o caminhão de lixo passa cedo por aqui) saí procurando e nada. Pedi pro Akira dar conta do lixo e continuei procurando nos locais mais improváveis que é onde costumamos encontrar objetos perdidos.. NADA!!

Já tinha prometido 20 pulinhos para São Longuinho que não costuma falhar, até que uma hora desisti e ia providenciar novas cópias quando maridon me chama e me mostra as chaves em cima do capô.

Desacreditei! Tinha vasculhado o carro inteiro e não vi as danadas. Saí pulando de contente, aproveitando para pagar a dívida com o Santo e manter o crédito em alta. Elas estavam lá desde ontem à tarde (imediatamente me lembrei do ato de retirar as compras de supermercado e de pensar 'não posso perder as chaves'), mas o inusitado mesmo é que o Akira ainda usou o carro à noite para buscar o André na estação de trem.

Botei a família pra pular comigo, 5 pulos pro Akira, 10 pra Clarice, 20 pro André e Viva São Longuinho!!











segunda-feira, 28 de agosto de 2017

I&I Diálogo para oficina de criação de texto teatral com Luka Magalhães


Cenário: Estação Jardim Romano

Duas mulheres de meia idade chegam juntas e se acomodam no banco ao lado do meu.

Mulher 1, vistosa com blusa decotada, calça justa, cabelo longo, impaciente, se levantando e sentando a todo momento.

Mulher 2 de bermuda jeans, camiseta regata, cabelo cortado à escovinha.

Passa um homem olhando para as duas

Mulher 1: Você viu?
Mulher 2: O que?
Mulher 1: Aquele cara passou olhando minha bunda. (Irônica) Se eu ainda gostasse da coisa..

domingo, 25 de junho de 2017

I&I oficina de microconto com Fabiano Sorbara


Tema: Sombra





Ensaio 1
Ao plantar o pé de sakura no quintal, combinamos, eu e minha mãe, degustar nosso chá habitual à sua sombra.
Sakura cresceu e floriu. 
Saboreamos nosso ultimo chá.

Ensaio 2
Ao plantar o pé de sakura, elas combinaram degustar o habitual chá da tarde à sua sombra.
Sakura cresceu, floriu e saborearam o ultimo chá.




sábado, 25 de fevereiro de 2017

I&I - tema A idade melhor



Melhor idade
De melhor, só o rótulo 
do politicamente correto



Percepções


Fase 1 - Impacto

Ao atravessar o portal
da melhor idade
percebo que tudo piora


Fase 2 - Espanto

Ritmo lento
sentidos enfraquecidos
risco de quedas
Fase 3 - O tempo

Tempo voando
permanente horário de verão
outras prioridades


Fase 4 - Resiliência

Redescobrindo prazeres
Reforçando músculos e sentidos
Planos para o futuro
Eternidade




sábado, 29 de outubro de 2016

I&I Tema Janela


Há muito tempo
Eu, saindo da adolescência

Disse-me, um amigo poeta

Fosse eu uma fruta
Seria um pêssego carnudo
Para comer
Sujando a boca
Sentindo o aroma
Mordendo lentamente


Foi tanta delicadeza..

Quisesse ele
Teria aberto a janela
Da minha virgindade




=*=*=*=

Jardim florido
Nele habitam
Lagartas e borboletas


=*=*=*=

Olhar perdido
Janela ou porta
Qual escolher?